Pesquisar este blog

domingo, 11 de outubro de 2009

Tudo novo

Esta nova fase da minha vida está sendo deliciosa. Não fiquei milionária, não ganhei na Mega Sena e nem o Estado e Prefeitura abriram mão das cadernetas, fichas e provas. Mesmo assim me sinto o ser humano mais feliz da face da Terra. Tem vida nova em mim, literalmente falando. Isso bom demais!

Ainda não consigo sentir nenhuma mudança física (acho que já comentei isso aqui), mas é natural, afinal, pelo que li, meu bebê tem apenas de 1 a 2 milímetros!!!! Tão pequenino e já mudou tanto a minha vida... e vem mudando desde quando ainda era apenas plano.

Estou feliz também porque o maridão, agora sim, está muito mais interessado no assunto filhos, rsrs. Ontem demos uma passadinha num magazine e, como não podia deixar de ser quando se trata de dois pais de primeira viagem, compramos três roupinhas, que se juntaram a duas que eu tinha guardadas e nem ele sabia.

Eu sei que é cedo, que ainda nem sabemos se é menino ou menina. Que o gosto da gente pode mudar. Que posso enjoar da roupa de tanto olhar. Mas a roupinha parece concretizar o que ainda é muito abstrato. Agora fico o tempo todo olhando as roupas, desarrumando-as e arrumando-as novamente e olhando o resultado do exame. Isso quando não estou pensando no bebê, sobre como será, como se comportará, com quem vai casar, kkkkkkkkkkkk. Mães são todas assim mesmo?

Estou numa sintonia nova... e isso está sendo totalmente maravilhoso.

Ah, hoje lembrei do trechinho de uma música do Teatro Mágico que já postei aqui e agora faz muito mais sentido... ela fica randômica em minha mente e preciso deixá-la registrada em algum lugar ou vou pirar, rs.

"Enquanto for um berço meu
Enquanto for um terço meu
Serás vida bem vinda
Serás viva, bem viva
Em mim"

2 comentários:

Nanda disse...

Todas as mães são assim, Anninha... Pra mim, Benjamin tornou-se real quando victor e eu compramos seu primeiro par de sandálias, também sem saber se era menino ou menina. Hoje eu teria continuado sem saber o sexo... Mas dá um nervoso, né? Li o post ali de baixo sobre você contando pro seu marido, que lindo! Agora ele vai estar ali contigo rumo ao PD!

Anninha disse...

Ain, Nanda, será que tenho coragem de encarar um PD? Querer eu quero, mas queria muito profissionais com experiência pra me acompanhar. Aqui em Maceió, tu já sabes como é... ainda escrevo um post sobre isso, rs.

Eu sempre achei que esperaria pra saber o sexo só depois que nascesse, mas acontece que, se for menina, quero comprar roupas feminas, como vestidinhos, rs. Aí só com US mesmo, rsrsrsrs.

Obrigada por estar junto, viu? Este apoio tem sido muito importante! Beijão!