Pesquisar este blog

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Minha primavera

É na primavera que a natureza desperta. É neste período do ano que a vida se renova, renasce. As flores ficam mais bonitas, viçosas, perfumadas. É um apelo de resgate à vida depois do inverno, época introspectiva. É o início de um novo ciclo.

A primavera desse ano me trouxe uma surpresa emocionante: assim como a natureza, eu também estou renascendo. Estou reconstruindo minha história. É na primavera de 2009 que estou me descobrindo grávida pela primeira vez.

Grávida. Grávida! Que estranho é isso. Me sinto tão frágil e ao mesmo tempo tão forte. Com tantos medos e com tanta esperança. Com tantas dúvidas e com tantas certezas.

As cólicas que senti nesses últimos dias, apesar de fraquinhas e inconstantes, me fizeram lembrar que a vida é frágil. Ao mesmo tempo, penso que preciso permitir que meu corpo trabalhe da melhor forma. Esperar que ele dê o melhor de si. Ele me surpreendeu com essa gestação e vai me dar a graça de ter em meus braços, daqui a algumas semanas, um bebezinho. O bebê que tanto esperei, desejei, planejei, sonhei...

Ao contrário do que imaginei, ainda não estou ansiosa para vê-lo. Não. É que desejo que ele curta cada momento da vida dentro do meu ventre e só quando estiver tudo pronto, prontinho, e só quando ele decidir, que venha. Assim será. Quero viver cada transformação - no meu corpo, na minha mente - aos pouquinhos, devagar... curtindo... experimentando, descobrindo.

Estou feliz, muito feliz!

2 comentários:

Nanda disse...

Posso ficar feliz com você? (((:

Anninha disse...

Claaaaro que pode!!! =)