Pesquisar este blog

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

7 meses

Nossa, aos 49 do segundo tempo (já no tempo adicional que o árbitro concede, hein?) é que vim escrever sobre como foi esse último mês da minha pequenininha!!!! Amanhã ela completa seu 8º mês, aprendeu tanto, mas e cadê tempo pra fazer os registros?

Minha nenezinha está crescendo... ontem mesmo era tão pequena, nem sabia rolar de barriguinha pra baixo, e agora parece um raiozinho de tão ativa que é! Aprendeu a dar passinhos de caranguejo (ou seja, andar de lado, hehe). Segura nos móveis, no sofá, nas paredes e sai "andando", passinhos tortos e bêbados. Se não tem onde segurar, beleza, ela desce elegantemente e engatinha, não é fácil?

Aprendeu a bater palminhas, mas só o faz quando quer, claro! Ela tentou começar a dar "tchau", mas sei lá, deve ter achado que despedida não é muito legal e desistiu de tentar (será?).

Grita bastante pra chamar atenção ou quando está feliz. Balbucia o tempo todo, imitando os trejeitos de um ser falante adulto. Sorri pra todo mundo que olha pra ela com cara feliz (tá, as vezes ela sorri pra quem nem olha pra ela).

Ela está bem no auge daquela famosa angústia da separação (não a que mencionei no tópico passado, mas a que os bebês passam). Então aqui sofre pai, mãe, filha, porque voltei ao trabalho e venho em casa amamentar no meio da manhã e da tarde e aí toda hora de ir embora é aquele chororô. Sei que faz parte do desenvolvimento emocional e intelectual, mas ah, que difícil que é!

Um, acho que fiz um resumo legal... o cansaço não me deixará escrever mais do que isso (é, aquela menininha que dormia a maior parte da noite deu lugar a que já acordou 2 vezes em uma hora, tempo que faz que ela dormiu; e sei que ela acordará muito mais essa noite. E o que faz uma mãe zumbi que precisa acordar as 6 da manhã pra dar conta de 21 adoráveis crianças de 6 aninhos, força da profissão, hein?)

Um comentário:

Uma mãe que viaja disse...

Que linda amiga, parabéns para as duas.

Beijos